Pular para o conteúdo

O tipo de madeira ideal para abrigos de jardim em Portugal

  • James Silva 
madeira ideal para abrigos de jardim

Ao ponderar a aquisição de um abrigo de jardim de madeira, um dos pontos mais importantes a considerar diz respeito ao tipo de madeira escolhido. É necessário levar em consideração que diferentes tipos de madeira apresenta características distintas e esse fator tem impacto em aspetos com durabilidade e cuidados a ter.

Em Portugal, tendo em conta a diversidade climatérica entre as diferentes regiões, é ainda mais importante ponderar bem no tipo de madeira a utilizar. Especialmente, se tivermos em consideração que as casas de madeira são predominantes em países do norte da Europa, onde não exista uma disparidade meteorológica tão grande.

Uma vez que existem tipos de madeira mais resistentes do que a outro a fatores como o frio, a exposição direta a raios UV e à humidade, escolher a madeira certa é determinante para garantir que o abrigo se irá manter em bom estado durante muitos anos.

Quer esteja a olhar para abrigos de jardim baratos ou mais dispendiosos, vamos partilhar o que precisa de saber sobre o melhor tipo de madeira, para que possa fazer uma melhor compra.

Como é o clima português e como o mesmo pode afetar um abrigo de jardim de madeira

Portugal conta com uma localização geográfica de excelência, que proporciona ao país um clima diversificado, entre o norte e o sul, e o literal e o interior, mas que ainda assim é consideravelmente mais ameno do que o clima do resto da Europa.

Na região norte do país encontramos um clima mais húmido e chuvoso. Durante o inverno as temperaturas podem descer substancialmente e a precipitação pode ser significativa. Por outro lado, o sul apresenta um clima mais quente, e os dias de chuva são escassos.

As características de ambas as regiões apresentam desafios para os abrigos de jardim. A humidade que se faz sentir mais a norte pode levar ao surgimento de problemas como fungos e até ao apodrecimento da madeira. O intenso calor que se faz sentido no sul, pode provocar fissuras e outras deformações na madeira.

Além disso, é preciso ter em consideração a diferença de temperatura que se faz sentir nas diferenças estações do ano, pelo que o material escolhido deve ser versátil e resistente.

O pinho nórdico, uma excelente escolha para abrigos de jardim baratos ou caros

No que diz respeito ao tipo de madeira a utilizar em abrigos de jardim, a nossa primeira recomendação vai para o pinho nórdico. Esta espécie de árvore cresce nas florestas gélidas

e ventosas do norte da Europa e é muito popular devido à excelente relação entre preço e qualidade que oferece.

A caraterística mais diferenciadora deste material é a sua alta densidade, que resulta do processo lento de crescimento das árvores em climas frios. Em termos práticos, isto traduz-se numa elevada robustez. Outro fator de destaque que o pinho nórdico apresenta é o nível de isolamento térmico que proporciona e que o torna este material ideal para ser utilizado em todo o tipo de construções.

No que diz respeito ao clima que encontramos em Portugal, o pinho nórdico é uma excelente escolha por diversas razões. Uma vez que é muito resistente à humidade, é uma boa solução para as regiões mais chuvosas do país. Além disso, como é muito robusto a durável, também consegue resistir ao calor do verão.

Destacamos ainda a baixa necessidade de manutenção que este tipo de madeira apresenta, comparativamente a outras opções.

Outros tipos de madeira

Além do pinho nórdico, existem outras opções para a construção de abrigos de jardim, como o cedro e o abeto. Vamos conhecer melhor estes dois materiais.

O cedro é famoso pela sua elevada resistência a insetos e por não se degradar facilmente. Por essa razão, é muito popular para utilização em estruturas que serão colocadas no exterior. O cedro também se destaca pela sua leveza, que em algumas situações pode um ponto positivo.

Já, o abeto é sobretudo apreciado pela sua textura lisa e pela uniformidade de cor. É sobretudo utilizado por questões estéticas.

Quando comparado com estas duas opções, o pinho nórdico destaca-se desde logo por oferecer um excelente rácio entre durabilidade e valor-preço. É verdade que o cedro é ainda mais resistente, contudo normalmente apresenta um preço consideravelmente superior. Já, o abeto, embora mais barato, está longe de oferecer a mesma robustez e capacidade de resistir a condições climáticas mais complicadas que o pinho nórdico oferece.

Assim, podemos concluir que o pinho nórdico, devido às suas caraterísticas naturais, como a excelente resistência à humidade, mas também a sua capacidade de suportar uma forte exposição solar direta, é uma ótima opção para abrigos de jardim baratos em Portugal. Este é um dos tipos de madeira que apresenta uma melhor relação entre custo e benefício, sendo por isso ideal para abrigos de jardim mais acessíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado pela sua Visita

Inscreva-se para receber nosso conteúdo em primeira mão.

Inscreva-se para receber notificações

* indicates required